segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

SINAIS

Poema escrito por Valéria Moura, 
esposa do Claudio, 
filho de Dercilia. Esta flor é muda
herdada de tia Maninha.

SINAIS

Não é a primeira vez
É de emocionar o que o Senhor fez
Nos enviou belo sinal
Que chegou ao fim, todo o mal

Sim ,Ele tem propósito em nossas vidas
E através da natureza, também nos ensina
Que a vida é feita de ciclos
E que há tempo para cada sofrimento vivido

Um momento  que precisa ser vivenciado
Cheio de aprendizados
Temos que plantar pra poder colher
Esperar o tempo certo de ver e admirar o florescer
Grandes lições que aprendi com amada tia
Que já partiu desta vida

Sabia falar de Jesus
E  sua vida era puro testemunho que até hoje me conduz
'Deus não deixa oração sem resposta '
'Vai chegar a sua hora '
'O que daremos ao Senhor por tantas bênçãos recebidas?'
Grandes ensinamentos, norteiam minhas horas sofridas

Neste final de semana abençoado
Ao chegar em meu recanto sossegado
Tive a bela surpresa
Coincidindo com momento de pura beleza

Sinal divino,  abençoado
Presente da tia ,eternizado
Uma muda doada com muito amor
Plantada em solo fértil , cuidada com fervor

Sinal divino através da natureza
Vida é ciclo , enfrentemos tempestades com leveza
A chuva vem e nos fortalece
Mais tarde floresce e o milagre acontece.


Valéria Moura

2 comentários:

  1. Muito lindo esse poema!! Fala de renovação e que Deus não deixa uma oração sem resposta. Isso é lindo.

    ResponderExcluir